SEU IMÓVEL - Inspeção predial evita tragédias como a de Fortaleza


Secovi Londrina
Secovi Londrina


A manutenção preventiva é um tema que deve ser tratado como prioridade nos condomínios. A partir dela, podemos evitar que um descuido acabe se tornando uma tragédia, como ocorreu no dia 15 deste mês, com o desabamento de um prédio em Fortaleza (CE). O síndico é responsável civil e criminalmente por qualquer problema que ocorra durante a sua gestão.


A inspeção predial é estabelecida por norma nacional e tem, como objetivo, constatar o estado de conservação e funcionamento da edificação, seus sistemas e subsistemas. Isso permite o acompanhamento do desempenho da vida útil e orienta na manutenção das condições mínimas de segurança e durabilidade da edificação. Quando realizada com periodicidade regular, contribui com a diminuição de riscos técnicos e econômicos. 




É preciso estar atento a qualquer fissura, rachadura, trinca ou fenda que apareça nas estruturas do condomínio. Vale lembrar que são classificadas de acordo com a espessura, não quanto ao seu comprimento. Elas indicam que algum problema está acontecendo e deve ser reparado com toda brevidade possível. Todos esses cuidados com a edificação são essenciais para a segurança dos condôminos e preservam o valor do patrimônio.


Com a tragédia ocorrida em Fortaleza, os profissionais e empresas que realizam esse tipo de inspeção naquela região relataram que dobraram os pedidos de orçamento para realização de avaliações e inspeções prediais. Entretanto, essa procura ocorre devido ao fato das pessoas estarem impressionadas com o desastre e, infelizmente, tende a diminuir com o decorrer dos dias.


Outro problema é fazer a inspeção mas não executar as obras necessárias previstas no laudo. Isso ocorre devido a situação financeira precária de muitos condomínios. Muitas vezes, o fundo de reserva é utilizado para cobrir as contas rotineiras em razão da inadimplência existente. É muito difícil convencer e conscientizar os moradores que a cota extra para a realização das inspeções e execução das obras é essencial à segurança de todos.


Realizar a inspeção e não corrigir o que está exposto no laudo é como ir ao médico, ter a doença diagnosticada e voltar para casa sem fazer o tratamento recomendado. 


Custo da inspeção predial


Os valores da inspeção predial não são tão caros. Existem alguns fatores que influenciam no orçamento. As obras de reparação é que podem pesar nas despesas do condomínio.


Variáveis como o número de blocos do condomínio, a quantidade de apartamentos, número de pavimentos, idade do imóvel e a diversidade da área de lazer determinarão o montante a ser gasto com a inspeção. De qualquer forma, é preciso ser feito. O condomínio precisa se programar e despender o valor orçado.


Outro fator importante é a escolha do profissional que realizará a inspeção. É preciso pesquisar o histórico e a experiência antes da contratação dos serviços.


Unidades individuais 


Sempre existe uma grande preocupação com a realização de obras feitas pelos condôminos nos seus apartamentos. É necessário que o síndico se certifique que a execução dessas obras não comprometerá a segurança da edificação.


Quando o condômino for realizar uma obra, ele deverá fornecer as informações necessárias ao síndico. Na posse dessas informações, ele deverá submeter a análise desses dados a um engenheiro ou arquiteto contratado pelo condomínio.


Após a avaliação técnica das informações, o condomínio pode, mediante a conclusão do laudo do perito contratado, determinar a paralisação e eventual demolição das obras, sob pena de multa ou propositura da devida ação judicial paras se fazer cumprir as exigências.


 Sempre é bom lembrar que o condomínio é solidariamente responsável por ato ou omissão do condômino em relação às obras que comprometam a segurança predial. É obrigação do síndico fiscalizar a execução das obras.





Continue lendo


Últimas notícias