|
  • Bitcoin 122.108
  • Dólar 5,0643
  • Euro 5,2241
Londrina

Imobiliária & Cia

m de leitura Atualizado em 09/07/2022, 09:29

Móveis de apartamento decorado podem custar 70% menos em leilão

Itens são colocados à venda por construtoras com objetivo de recuperar parte dos investimentos feitos no lançamento dos empreendimentos

PUBLICAÇÃO
sábado, 09 de julho de 2022

Ana Paula Branco/Folhapress
AUTOR autor do artigo

Foto: Folha Arte
menu flutuante

Mobiliar a casa e o escritório com itens de leilão extrajudicial pode render grandes descontos em relação ao varejo. São mesas, cadeiras, cortinas, camas, televisores, geladeiras, armários, toalhas, faqueiros, sofás e outras coisas usadas em apartamentos decorados pelas construtoras.

image description image description
image description |  Foto: Folha Arte
 

A prática é uma forma de as empresas recuperarem parte dos investimentos e cresceu nos últimos dois anos com a pandemia e o boom do mercado imobiliário.

A Sold, do grupo Superbid, registrou crescimento de 20% entre 2020 e 2021 nos leilões de móveis de decorados. Na comparação entre os quatro primeiros meses deste ano com o mesmo período do ano passado, a alta foi de 60%.

Imagem ilustrativa da imagem Móveis de apartamento decorado podem custar 70% menos em leilão Imagem ilustrativa da imagem Móveis de apartamento decorado podem custar 70% menos em leilão
|  Foto: iStock
 

Em uma venda recente feita pela empresa, um jogo de luminárias Annika, que estava em um decorado da You,Inc, foi arrematado por R$ 460. Importado, o conjunto custa o equivalente a R$ 1.250.

Já um sofá de três lugares que custa aproximadamente R$ 2.000 na Tok&Stok saiu por R$ 470 no leilão, uma redução de 76,5%. Vale ressaltar que são peças de mostruário, que podem ter sinais de desgaste, e que é preciso pagar os 5% de taxa do leiloeiro.

De acordo com Ana Matheus, gerente comercial da Sold, a facilidade de pesquisar os itens e dar os lances online é um dos atrativos. Mas ela recomenda que o interessado faça uma visita antes para avaliar os lotes presencialmente: após o arremate, não há chance de devolução.

O pulo do gato para economizar, diz a especialista, é pesquisar os preços dos produtos e de similares no varejo, para não se empolgar na hora de dar os lances e acabar pagando o mesmo ou até mais do que custaria nas lojas.

Segundo a Sodré Santoro, para o leilão de móveis decorados, os itens são disponibilizados após a venda de todas as unidades imobiliárias do empreendimento.

Para participar do leilão é preciso ter mais de 18 anos de idade e fazer o cadastro no site da empresa responsável pela venda. É possível dar lances em um item ou em um lote completo, por exemplo: mesa com cadeiras e aparelho de jantar. Como nas demais modalidades de leilão, leva o produto para casa quem der o maior valor. O pagamento é a vista.

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.