Construtora revitaliza sede administrativa com foco na humanização de ambientes


Reportagem local
Reportagem local

A atualização dos pisos com revestimentos em madeira foi o ponto de partida para tornar o espaço mais acolhedor e aconchegante
A atualização dos pisos com revestimentos em madeira foi o ponto de partida para tornar o espaço mais acolhedor e aconchegante | Divulgação
 


Com foco na melhoria da saúde e do bem-estar dos colaboradores, a Plaenge realizou  a total revitalização da  sede administrativa da empresa, localizada na Avenida Tiradentes. A companhia investiu em equipamentos ergonômicos e um projeto de interiores que priorizou a humanização dos ambientes. O custo total da mudança foi de R$ 1 milhão. 


A modernização foi realizada entre dezembro e janeiro, durante as férias coletivas dos colaboradores. A ideia foi promover a mudança sem interferir na rotina de trabalho e, claro, provocar uma surpresa de boas-vindas a todos. 




 O projeto foi executado pela  arquiteta Thaísa Bohrer. A atualização dos pisos com revestimentos em madeira foi o ponto de partida para tornar o espaço  mais acolhedor e aconchegante. O mesmo material foi usado em painéis internos. “O uso de madeira aquece o ambiente. Tivemos o cuidado de  promover a humanização sem abusar de  elementos que dispersem a atenção dos colaboradores”, explica. Os pisos são vinílicos e amortecem o impacto dos passos, tornando os ambientes mais silenciosos. 


 O projeto de paisagismo contemplou o uso de plantas para reforçar a humanização dos espaços internos. Outro cuidado foi a padronização dos acabamentos para manter a mesma linguagem em diferentes ambientes. “Adotamos as mais modernas tendências em ‘work space’”,  conta Bohrer. 


 Iluminação



 Fernanda Jacob, arquiteta da construtora, acrescenta que a escolha de persianas translúcidas no modelo “rolo” foi outra decisão voltada à humanização, visto que promovem o bloqueio da iluminação mas mantêm a unidade com a paisagem externa. “É uma persiana  menos invasiva”, opina. 

 A iluminação também recebeu atenção especial. Bohrer destaca que os “rasgos” de luz imprimem elegância ao projeto. Já o uso de pendentes em algumas mesas oferece iluminação pontual focada no espaço de trabalho. “Peças de designers contemporâneos na cor preta atualizaram os ambientes sem deixar de ser atemporal.”  

 A gerente de Recursos Humanos da empresa, Luciana Siqueira, destaca que os ambientes ficaram mais silenciosos e confortáveis. “Facilita a concentração”, pontua. 


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias