|
  • Bitcoin 103.220
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Imobiliária & Cia

m de leitura Atualizado em 10/05/2021, 08:26

Coleta de óleo reduz gastos com manutenção de encanamentos

Descarte correto do resíduo também ajuda o meio ambiente e gera renda para cooperativas

PUBLICAÇÃO
sábado, 08 de maio de 2021

Fábio Munhoz /Folhapress
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A implementação de um sistema de coleta de óleo em condomínios pode ajudar a reduzir as despesas com desentupimento de tubulações e limpeza de caixa de gordura, além de contribuir para reduzir a emissão de poluentes.

Imagem ilustrativa da imagem Coleta de óleo reduz gastos com manutenção de encanamentos Imagem ilustrativa da imagem Coleta de óleo reduz gastos com manutenção de encanamentos
|  Foto: Marcos Zanutto/16-10-2015
 

"Todo condomínio gasta uma grande quantidade com desentupimento ou limpeza de caixa de gordura. Os moradores jogam o óleo [pelo ralo] e há uma caixa onde essa gordura se concentra. Depois vem uma empresa limpar. Isso não é inteligente", afirma Célia Marcondes, fundadora da Ecóleo (Associação Brasileira para Sensibilização, Coleta e Reciclagem dos Resíduos de Óleo Comestível).A associação faz um trabalho de organização das cooperativas e dos catadores autônomos que coletam esse tipo de resíduo. Célia recomenda aos síndicos que pretendem implementar esse sistema, que entrem em contato com a entidade para que saibam quem faz retirada na região. O advogado e síndico profissional Sidney Spano iniciou a coleta do óleo no prédio onde mora há cerca de cinco anos. "O custo de implantação foi zero. Temos os recipientes e os moradores descartam o óleo usado dentro desses tanques, que ficam na garagem", diz. Por ser uma coisa pequena, que não ocupa espaço e não gera custos, Spano diz que não é necessária a realização de assembleia para autorizar o início da coleta. Ele acrescenta que, após o período de orientação, o morador que for flagrado despejando óleo no lixo comum pode ser multado. "Temos esse serviço há cerca de 15 anos. Fizemos para ajudar o meio ambiente e também pela manutenção geral. Se essa gordura for jogada nos canos, vai acumulando e entope. É como no nosso coração", diz o síndico profissional Joaquin Gutierrez Antônio, 62 anos. A fundadora da Ecóleo afirma que a periodicidade da coleta varia conforme o tamanho do condomínio e da quantidade descartada. Pode ser semanalmente ou mensalmente, por exemplo. Geralmente, os condomínios doam o óleo para cooperativas, que fazem a comercialização. "É um trabalho importante de geração de renda. Cerca de 70% dos associados informam que vendem para empresas de biodiesel", diz Célia.