Agência Estado
De S. José dos Campos
A direção do Centro de Lançamento de Alcântara (MA) comunicou ontem o segundo adiamento consecutivo do foguete VS-30. A previsão do tempo fez com que os técnicos desistissem de acionar os motores do veículo nos dois últimos dias. Os ventos de altitude estão muito fortes na região, no litoral do Maranhão, e poderiam comprometer a missão. A nova contagem regressiva deverá ser iniciada na manhã de hoje, com previsão de lançamento entre às 10 e 15 horas.
Segundo os especialistas do Centro Técnico Aeroespacial (CTA), o período para se lançar o foguete, denominado janela, irá até amanhã. Porém, ela pode ser ampliada até a próxima segunda-feira. O VS-30 é um dos estágios do foguete Sonda 3, utilizado no desenvolvimento do Veículo Lançador de Satélites (VLS), que fracassou em duas tentativas de colocar satélites nacionais no espaço. Em seu compartimento de carga se encontram vários experimentos científicos de entidades brasileiras de pesquisa.
A missão, denominada Lençóis Maranhenses, levará a uma altitude de 146 quilômetros uma carga de 241 quilos. O VS-30 tem 7,4 metros e um peso de 1460 quilos. Entre os experimentos a bordo do foguete se encontra um evento inédito na utilização de veículos lançadores brasileiros. Uma campanha publicitária do correio alemão, denominada Space Mail 2000, levará 2250 cartões postais ao espaço. Destes, 250 serão lançados na atmosfera e o restante distribuídos entre os participantes da campanha.
O VS-30 leva experimentos de microgravidade da Universidade do Vale do Paraíba (Univap), da Faculdade de Engenharia Industrial (FEI) e do Centro Aeroespacial Alemão (DLR). Também será testado pelos militares um sistema de recuperação de carga em solo inédito. Até o momento, a recuperação deste material era feita em operações marítimas.