Valéria Valenssa brilha no primeiro dia de desfile em São Paulo Ana Carolina Sacoman e Valéria Rossi4/Mar, 15:34 São Paulo, 4 (AE) - A mulata Globeleza, Valéria Valenssa foi o grande destaque feminino no primeiro dia de desfile das escolas de samba de São Paulo. Acompanhada do marido, Hans Donner, ela reinou sozinha à frente da bateria da Mocidade Alegre, terceira escola a se apresentar. Coberta apenas por pequenos espelhos, Valéria levou os fãs ao delírio e acabou congestionando o recuo da escola. "Espero contagiar o público com alegria e mostrar que tenho samba no pé", disse. O público masculino foi unânime ao reclamar da falta de destaques femininos no carnaval paulistano. "Tem muito travesti nesta festa; eu gostaria de saber onde colocaram as mulheres", reclamou o estudante Eduardo Guilherme Fonseca Martins. O empresário Sérgio Mattos da Silva, de 35 anos, também notou a falta da "beleza feminina". Ele recorda-se de que, há menos de cinco anos, o número de beldades na avenida era maior. "O carnaval era das mulheres; são elas que enfeitam a passarela." Falta - As ausências de Sabrina Parlatore, apresentadora da MTV, e da atriz Luiza Thomé, que sairia na Tom Maior, só foram compensadas com o gingado da passista Luciana Sargentelli, que encantou o público saindo na X-9 Paulistana. Taís Araújo, pela Leandro de Itaquera, também arrasou. Na águia de Ouro, a modelo Núbia Olivé (ex-Oliveira) não empolgou a platéia, assim como a atriz Leila Lopes, que saiu na Camisa Verde e Branco.