|
  • Bitcoin 148.759
  • Dólar 4,9085
  • Euro 5,2005
Londrina

EDUCAÇÃO

m de leitura Atualizado em 05/05/2022, 16:47

Unesco e Instituto Nelson Wilians lançam projeto para a cidadania

PUBLICAÇÃO
quinta-feira, 05 de maio de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e o INW (Instituto Nelson Wilians) firmaram parceria para desenvolvimento do projeto “Educação para a Cidadania Global para o Estado de Direito: apoiando uma cultura de legalidade e respeito aos direitos humanos”. O acordo foi assinado na última quarta-feira (27) pela representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, e pela presidente do INW, Anne Wilians.

O acordo foi assinado na última quarta-feira (27) pela representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, e pela presidente do INW, Anne Wilians. O acordo foi assinado na última quarta-feira (27) pela representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, e pela presidente do INW, Anne Wilians.
O acordo foi assinado na última quarta-feira (27) pela representante da Unesco no Brasil, Marlova Jovchelovitch Noleto, e pela presidente do INW, Anne Wilians. |  Foto: Divulgação/Instituto Nelson Wilians
 

O projeto tem como objetivo fomentar a educação para a cidadania global em comunidades vulneráveis nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Por meio de ações de educação não-formal, o projeto pretende chegar a adolescentes e jovens, meninas e mulheres, migrantes e refugiados e suas famílias.

As ações, que terão duração de cinco anos, se concentrarão em três eixos principais: cultura da legalidade, papel da educação na promoção do Estado de Direito, e redução das desigualdades de gênero.

O projeto contribuirá para a Agenda 2030 e com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e Educação de Qualidade. Além de promover estratégias de redução das desigualdades. "Ficamos muito honrados em realizar essa parceria com a Unesco, cujo foco está no desenvolvimento de ações educativas que visam fortalecer o Estado de Direito e combater a desigualdade de gênero", comenta Anne Wilians, fundadora e presidente do INW.

Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.