Rio, 29 (AE) - A TV Globo limitou-se a noticiar o corte de energia em três municípios de Alagoas, entre eles Porto Calvo, a 106 quilômetros de Maceió, no dia em que foi exibido um Globo Repórter sobre prostituição, em que várias autoridades da cidade eram acusadas da prática. Segundo o editor chefe do Jornal Nacional, Willian Bonner, a ordem recebida foi de dar a notícia, sem editorial. "Apenas falar do que aconteceu, no Jornal da Globo ontem (28), no Hoje e no Nacional", disse o jornalista.
Bonner não soube informar que medida jurídica a emissora está tomando, mas pessoas ligadas à equipe do Globo Repórter informaram que a ação prosseguirá normalmente e, se o julgamento da ação for favorável à emissora, o programa poderá ser reexibido, sem os cortes determinados pela Justiça.