|
  • Bitcoin 109.052
  • Dólar 5,2306
  • Euro 5,5367
Londrina

TV Exclusiva aciona Manchete

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 19 de outubro de 1999


AUTOR autor do artigo

menu flutuante

Rubens Burigo Neto
Especial para a Folha
A 8ª Vara de Falências e Concordatas do Rio de Janeiro pode pedir a falência da TV Manchete nos próximos dias. O pedido acata requerimento da Televisão Exclusiva Ltda., de Curitiba. Em maio passado a emissora paranaense entrou na Justiça para cobrar R$ 644.057,06 em dívidas da Manchete. No dia 6 de outubro, em documento assinado pela promotora Simone Domingues Coachman, o Ministério Público do Rio de Janeiro opinou ‘‘pela procedência do pedido’’ de falência, porque ‘‘está devidamente comprovada a impontualidade e a insolvência da TV Manchete Ltda.’’
A dívida refere-se ao pagamento de verbas de propagandas vendidas pela TV Exclusiva e que foram veiculadas nacionalmente entre os meses de julho de 1996 e março deste ano. ‘‘Eles nunca cumpriram os acordos que nós fizemos’’, critica Mauri Mendes, diretor-financeiro da TV Exclusiva. Mendes diz que, atualmente, os valores da dívida ultrapassam R$ 1 milhão. Na semana passada, conta Mendes, ainda sem tomar conhecimento do teor do documento assinado pela promotora, os diretores da emissora paranaense estiveram no Rio para mais uma reunião com os ex-proprietários e acionistas da TV Manchete. ‘‘Mais uma vez eles nos propuseram um acordo inviável’’, lamenta.
A TV Exclusiva também entrou com uma ação na Justiça Federal pedindo a anulação da transferência da concessão TV Manchete para o grupo TeleTV, do empresário Amílcare Dallewo. Em maio deste ano, depois de meses de conturbadas negociações, a Manchete foi vendida a Dallewo por US$ 608 milhões. Somente com o governo federal, estima-se que o Grupo Bloch (ex-donos da Manchete) tenha dívidas de mais de US$ 500 milhões. A TV Exclusiva está questionando a legalidade da transação entre os dois grupos empresariais.
A emissora curitibana funciona há 9 anos e transmite em sistema UHF e por cabo. A programação da Manchete foi retransmitida para Curitiba durante 6 anos. Atualmente, a TV Exclusiva retransmite apenas o jornal nacional da Rede TV (novo nome da emissora carioca).