São Paulo, 29 (AE) - O ladrão e traficante Adilson Daghia, de 30 anos, foi preso na manhã de hoje, em São Bernardo do Campo, com 44 quilos de crack e 3 quilos de cocaína. Condenado a 15 anos, ele fugiu da Penitenciária de Franco da Rocha em agosto do ano passado,
Daghia estava com a namorada, Viviane Alves de Campos Melo, de 25 anos. O casal vinha sendo procurado pela Divisão Anti-Sequestro (Deas), do Rio, desde o começo do ano. Suspeito de estar envolvido com traficantes e sequestradores do Rio, Daghia e a namorada estão com prisão temporária decretada pela Justiça de Duque de Caxias.
O casal foi preso no bairro Terra Nova, região dos restaurantes de São Bernardo do Campo, num Honda Civic, após sair do prédio onde mora. O cerco foi feito por policiais civis do Rio, de São Bernardo e do Deas da capital. No porta-malas do veículo havia meio quilo de crack. Daghia tinha R$ 2 mil no bolso.
Os policiais encontraram mais 43,5 quilos de crack e 3 quilos de cocaína em seu apartamento. "A suspeita é de que os traficantes do Rio de Janeiro preparam as pedras em seus laboratórios de refino de cocaína e mandam para São Paulo", afirmou o delegado Gilmar Camargo Bessa, de São Bernardo do Campo. Os traficantes do Rio não vendem as pedras de crack por ser uma droga barata e de fácil dependência.