Assine e navegue sem anúncios [+]

Temporal provoca queda de árvores e deixa 25 mil casas sem energia

Chuva e rajadas de vento superiores a 60 km/h deixaram estragos em diversos pontos de Londrina

Vitor Struck e Rafael Machado - Grupo Folha
Vitor Struck e Rafael Machado - Grupo Folha

Os londrinenses foram surpreendidos com um forte temporal que invadiu a cidade no início da tarde desta terça-feira (14). Nas ruas, foi difícil não encontrar um cenário de destruição, já que as rajadas de ventos atingiram 62 km/h, de acordo com o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná). Fotos e vídeos dos estragos foram compartilhados rapidamente pelas redes sociais. 

 

| Autor: Vitor Struck/Grupo Folha
 


Uma árvore de grande porte caiu nas esquinas das ruas Belo Horizonte e Piauí, deixando moradores e funcionários de empresas sem energia. Um Hyundai i30 chegou a ser atingido com a queda de um poste da Sercomtel Iluminação, levado com o peso da árvore. O proprietário do veiculo estava bastante abalado e não quis gravar entrevista. Entretanto, estimou que o principal dano tenha sido causado apenas ao para-brisa do automóvel. 

 

Árvores destruiu carro no cruzamento das ruas Amapá e Guaporé
Árvores destruiu carro no cruzamento das ruas Amapá e Guaporé | Roberto Custódio
 


A farmacêutica Isabela de Oliveira precisou reorganizar a equipe de funcionários para outras lojas, uma vez que a unidade dela, que poderia ter sido atingida caso a árvore tivesse caído para o lado oposto, ficou completamente no escuro após o incidente, registrado pouco depois das 14 horas. 

 

Queda de árvore atrapalhou o trânsito na Belo Horizonte
Queda de árvore atrapalhou o trânsito na Belo Horizonte | Roberto Custódio
 


Morador de Rolândia, o vigilante Celso Gomes veio rapidamente averiguar o estrago, na esquina das ruas Amapá e Guaporé, na área central. O Gol utilizado por sua esposa para vir trabalhar em uma loja de peças automotivas ficou completamente destruído. Além deste veículo, um Corolla também foi atingido. 


“Tenho esse carro há um ano e pouco. Estou acionando o seguro e provavelmente vai cobrir sim porque foi por fenômeno natural. Duro é o outro carro que estava na frente, é complicado”, lamentou.


O fotógrafo Carmelindo Gonçalves Dias mora há 17 anos na rua Amapá e observou que a árvore já estava marcada para ser erradicada. “Já estava condenada. Graças a Deus ninguém se machucou”, disse. Próximo dali, uma cena chamou a atenção de quem passava. Um semáforo foi danificado com o vento, ficando pendurado apenas pelo cabo de energia. 

 

Também na rua Amapá, semáforo foi danificado pelo vento
Também na rua Amapá, semáforo foi danificado pelo vento | Roberto Custódio
 


Além destes locais, também foram registradas quedas de árvores em pontos das avenidas Maringá, Juscelino Kubitschek e Adhemar Pereira de Barros, e nas ruas Sergipe, Pará, Maine, Florindo Furlan e Voluntários da Pátria.


Conforme a CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização), ao menos 12 semáforos ficaram desativados em razão da queda de energia.


Segundo a Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil de Londrina, 31 ocorrências foram registradas entre o final da manhã e as 15h50 desta terça. Destas, 23 foram retiradas, picadas e removidas até as 17h, informou a CMTU. 

 

Queda de árvore atrapalhou o trânsito na Belo Horizonte
Queda de árvore atrapalhou o trânsito na Belo Horizonte | Roberto Custódio
 


SEM ENERGIA 


Em nota, a Copel informou que equipes foram destacadas para os "trabalhos de manutenção das redes danificadas pela chuva acompanhada de fortes ventos que atingiu a região na tarde desta terça-feira". O temporal deixou 25 mil domicílios sem energia em Londrina. Até as 18h30, 7 mil pontos não havia sido restabelecidos.

 

Árvore foi arrancada pela raiz na avenida Maringá
Árvore foi arrancada pela raiz na avenida Maringá | Roberto Custódio
 


A Copel lembra que em dias de tempestade é importante seguir as orientações de segurança da Defesa Civil. Em casos de postes quebrados ou cabos rompidos, deve-se sempre manter distância, e avisar a concessionária. A falta de luz pode ser comunicada pelo site e aplicativo, pelo telefone 0800-51-00-116 e pelo WhatsApp (41) 3013-8973. 


Há ainda a opção de enviar uma mensagem de texto (SMS) para o número 28593, com as letras “SL” e o número da unidade consumidora. O serviço é gratuito e gera protocolo de atendimento, assim como os outros canais.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo