Assine e navegue sem anúncios [+]
PREVISÃO DO TEMPO -

Temporais e vendavais atingem região Oeste do Paraná


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

A região oeste do Paraná foi atingida por um vendaval na tarde desta quinta-feira (25). Vários municípios da região foram afetados pelo temporal que atingiu municípios como Cascavel e Marechal Cândido Rondon.  Um cabo da rede de alta tensão se rompeu em Cascavel, na Avenida Antônio Kucinski, extensão da Avenida das Torres.

 

A expectativa é de mudança repentina das condições do tempo a partir da noite desta quinta-feira (25). | Autor: Lizandro Jacobsen/Simepar
 


A Copel informa que o temporal deixou 45 mil unidades consumidoras sem energia elétrica, sendo a maioria em Marechal Cândido Rondon, com 15 mil unidades consumidoras desligadas. Em Cascavel, 3 mil clientes estão sem energia e, em Cafelândia e Capitão Leônidas Marques, 7,8 mil e 7 mil consumidores estão com fornecimento interrompido, respectivamente.


Os ventos que derrubaram galhos e árvores nas redes de energia. Equipes de emergência e manutenção da Copel estão em campo atuando na recomposição do sistema. "É importante ressaltar que o atendimento prioritário é dedicado às redes que atendem hospitais e unidades de saúde, além da recomposição das fontes de alimentação aos municípios que tiveram o fornecimento quase totalmente interrompido.", diz a nota enviada pela Copel.


A Defesa Civil emitiu um alerta para a região. Em caso de rajadas de vento a orientação da Defesa Civil é para não se abrigar debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. A Defesa Civil também orienta a desligar aparelhos elétricos e quadro geral de energia. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 199 (Defesa Civil) ou com o Corpo de Bombeiros (telefone 193). Um sistema de baixa pressão está avançando entre Argentina, Uruguai e Sul do Brasil e vai favorecer o desenvolvimento de nuvens muito carregadas no Estado. Segundo o meteorologista Lizandro Jacobsen, do Simepar, a expectativa é de mudança repentina das condições do tempo a partir da noite desta quinta-feira (25).

 


“A previsão é de que tenhamos a evolução da da frente fria que está atuando ainda no Rio Grande do Sul e parte de Santa Catarina, mas nas próximas horas evolui rápido em direção ao Paraná. Com o ambiente muito quente por aqui a é bem possível que a gente tenha ocorrência de temporais, isso porque a combinação deste sistema frontal com ar quente e mais úmido nas regiões paranaenses potencializa essa ocorrência de temporais no estado.  Não se descarta alguns vendavais e até mesmo a ocorrência de granizo em algumas localidades principalmente na metade sul paranaense.”, afirmou Jacobsen.


Se você mora ou estiver em uma área onde ocorra vendaval, saiba como agir ao receber um alerta da Defesa Civil.


Procure um abrigo o mais rápido possível, e não saia até que o vendaval pare.

Se notar o risco de desabamento do telhado, saia do local e comunique o risco, inclusive às autoridades.

Revise a resistência de sua casa, principalmente o madeiramento de apoio do telhado e a amarração das telhas no madeiramento, se tiver.

Guarda-chuvas podem atrapalhar o deslocamento, evite utilizar estes materiais ao se locomover em ventos fortes.

Não se abrigue embaixo de árvores ou coberturas metálicas frágeis, elas podem cair e causar ferimentos.

Se precisar se deslocar, diminua ao máximo seu atrito com o vento.

No carro, se possível, estacione o veículo em local seguro e espere o vento forte passar.

Se necessário, e possível, entre em uma edificação.

Não estacione o carro próximo a torres de transmissão e placas de propagandas.

Se não for possível estacionar, diminua a velocidade e procure um local seguro para estacionar assim que possível, pois o vento pode desestabilizar a direção do veículo.


Nesta sexta-feira (26) a linha de instabilidade atinge o Nordeste de Santa Catarina e o Leste do Paraná. 


Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo