Mogi Guaçu, SP, 06 (AE) - A chuva parou, o sol apareceu e a manhã hoje foi de muito trabalho para moradores e comerciantes de parte do centro de Mogi Guaçu, que tiveram suas casas e estabelecimentos invadidos pelo rio Mogi Guaçu. Cerca de 40 famílias foram retiradas da área de risco e seguiram para casa de parentes e abrigos da prefeitura.
Havia parado de chover no município na terça-feira e o nível do rio começou a baixar, mas a situação piorou ontem (05), depois que foram abertas as comportas de uma usina hidrelétrica da Central Energética de São Paulo (CESP), que estava com a represa muito cheia. Os moradores das Vilas Maria e Bertioga enfrentaram nova enchente.A Defesa Civil, Guarda Municipal e o Corpo de Bombeiros que estavam em alerta tiveram pouco mais de uma hora para retirar todas as famílias que poderiam ter suas casas invadidas pela água. Hoje o nível do rio começou baixar, mas a situação no município ainda era preocupante. A chuva não parou na cabeceira do rio e existe a possibilidade da usina voltar a abrir as comportas para controlar o nível do lago.