São Paulo, 03 (AE) - A chuva que vem atingindo a capital e a faixa leste do Estado de São Paulo deve começar a perder força na quarta-feira(05). Segundo as previsões meteorológicas, o sol deve aparecer com mais intensidade a partir de quinta-feira. O posto de medição pluviométrica do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no mirante de Santana, em São Paulo, registrou 81,4 milímetros de chuva nos dois primeiros dias do ano. Isso equivale a pouco mais do que um terço dos 252 2 esperados para o mês.
Segundo o meteorologista Willians Bini Silva, do Inmet, o aumento das chuvas é causado pela ação do La Niña com a Zona de Convergência do Atlântico Sul (Zcas), sobre a faixa onde ficam a capital e o litoral. Com isso, as zonas de instabilidade aumentam de intensidade e sofrem pouco deslocamento. "É normal que chova nessa época; o que ocorre é apenas o aumento da intensidade devido à ação conjunta desses fenômenos", diz Silva.
Para Débora Simões, da Climatempo, o problema é causado por uma frente fria estacionada na região nordeste do Estado. Segundo ela, isso ocorre devido a uma massa de ar seco sobre o Nordeste, que mantém a frente estacionada entre São Paulo e Rio.