os trabalhadores têm garantia no emprego, informou o presidente do Sinttel, Jurandir Leite. Os telefônicos somam 3.724 funcionários na ativa e 2,5 mil aposentados e pensionistas no Estado. Eles não recebem aumentos há 26 meses.Por Sandra Hahn Porto Alegre, 8 (AE) - O Sindicato dos Telefônicos do Rio Grande do Sul (Sinttel) suspendeu a greve da categoria que estava prevista para amanhã (9) depois de assinar um acordo que prevê negociações com a diretoria provisória da Companhia Riograndense de Telecomunicações (CRT). O entendimento foi possível após várias horas de reunião, que se estendeu até às 23h da noite de segunda-feira. O primeiro encontro entre funcionários e direção está marcado para quinta-feira, quando será fixado um calendário de reuniões para os 45 dias em que a Tele Centro Sul (TCS) fará a gestão temporária da CRT. O Sinttel quer 12,23% de aumento salarial e abono de R$ 1,5 mil. A TCS, que possui 8,01% das ações da CRT, substituiu o consórcio Tele Brasil Sul na administração da empresa por determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Enquanto discutem