São Paulo, 04 (AE) - A Telefônica enviou por engano para alguns assinantes da área de operação da antiga CTBC (Borda do Campo) carta comunicando o reajuste de tarifas que passou a vigorar no dia 29. O reajuste não pode ser aplicado nas cidades de Arujá, Biritiba Mirim, Diadema, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Igaratá, Itaquaquecetuba, Mauá, Mogi das Cruzes, Poá, Ribeirão Pires, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Salesópolis, Santa Isabel, Santo André, Susano e Rio Grande da Serra.
A Telefônica só poderá aplicar o reajuste nessas cidades quando atingir as metas de qualidade para dezembro exigidas em contrato. A expectativa da empresa é que, no próximo balanço das atividades no dia 10, as metas já tenham sido atingidas. Mas a Telefônica se compromete a informar com antecedência a aplicação do reajuste.
A empresa não soube informar quantas cartas erradas foram enviadas. A explicação para o episódio é que os cadastros de clientes das duas concessões - Telesp e CTBC - foram unificados. Quando a Telefônica percebeu que estavam sendo encaminhadas cartas por ordem alfabética do cadastro único, o processo foi interrompido. A Telefônica não pretende enviar carta aos usuários esclarecendo o engano.