O Presidente do TJ também procurou sair pela tangente da polêmica sobre o assunto, deixando claro que a responsabilidade nesse caso é do governo Lerner. Zappa lembra no texto que ‘‘a ação, para receber a diferença salarial, foi proposta pelo Sindijus contra o Governo do Estado do Paraná e não contra o Poder Judiciário. Ou seja, da mesma forma que o Sindijus é autor da ação, o Estado é o réu. Com isso, se, ao final, houver obrigação de pagar, aqueles que não aceitaram o acordo proposto pelo Governo, terão que executar a sentença contra o Estado do Paranᒒ.