|
  • Bitcoin
  • Dólar
  • Euro
Londrina

DARWIN 5m de leitura Atualizado em 03/01/2022, 20:51

Sesa confirma que transmissão de H3N2 é considerada comunitária

PUBLICAÇÃO
segunda-feira, 03 de janeiro de 2022

Reportagem local
AUTOR autor do artigo

menu flutuante

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou 224 novos casos de Influenza H3N2 nesta segunda-feira (3). O Paraná soma 262 diagnósticos positivos, com um óbito. A transmissão é considerada comunitária – quando o contágio entre pessoas ocorre no mesmo território, entre indivíduos sem histórico de viagem e sem que seja possível definir a origem da transmissão.

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou 224 novos casos de Influenza H3N2 nesta segunda-feira (3) e confirmou que a transmissão é considerada comunitária.
A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou 224 novos casos de Influenza H3N2 nesta segunda-feira (3) e confirmou que a transmissão é considerada comunitária. |  Foto: Geraldo Bubniak/AEN
 

“Registramos aumento no número de casos e procura hospitalar nas últimas semanas, pela Srags (Síndrome Gripal e Síndromes Respiratórias Agudas Graves), em pleno verão, sendo que essas doenças possuem maior circulação no hemisfério Sul geralmente no período do inverno”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Os sintomas da H3N2 são febre alta, tosse, dor de garganta, cabeça, corpo e articulações. A orientação é procurar um serviço de saúde para atendimento.

“As medidas como uso de máscaras, lavagem das mãos e uso do álcool em gel valem também para a Influenza", afirmou o secretário.

Em até 48h da infecção, o medicamento oseltamivir (tamiflu), quando receitado por um médico e em dosagem apropriada, possui efetividade contra o agravamento do quadro clínico.

Preto também reforçou a importância da vacinação. “Mais de 700 mil vacinas contra a Influenza não foram aplicadas. Precisamos que a população continue buscando pela imunização”.

Receba nossas notícias direto no seu celular. Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.

instagram

ÚLTIMOS POSTS NO INSTAGRAM