Sesa confirma mais duas mortes por coronavírus no Paraná

Número de óbitos sobe para 17 e de infectados soma 550; Campo Mourão é o município paranaense com maior número de mortes

Simoni Saris - Grupo Folha
Simoni Saris - Grupo Folha

A Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) confirmou mais duas mortes por coronavírus no Paraná e 39 novos casos da doença. Segundo o boletim divulgado nesta quarta-feira (8), são 550 o número de pessoas infectadas no Estado e 17 óbitos no total. As duas mortes foram registradas em Paranaguá (Litoral) e em Campo Mourão (Centro-Oeste), município que contabiliza quatro mortes pela doença. Outros 333 casos estão sob investigação e 5.303 foram descartados.

Exames para constatação de Covid-19 são feitos pelo Lacen, em Curitiba
Exames para constatação de Covid-19 são feitos pelo Lacen, em Curitiba | Geraldo Bubniak/AEN
 


O paciente que morreu em Campo Mourão era um homem de 56 anos de idade que estava internado em um hospital da região desde a última quinta-feira (2). A doença foi confirmada no domingo (5) e ele morreu nesta quarta-feira. A segunda morte foi de um idoso de 63 anos, internado desde 31 de março no Hospital Regional do Litoral. Segundo a Sesa, ele possuía comorbidades e o resultado positivo para Covid-19 saiu no sábado (4). Ele também faleceu nesta quarta-feira.




Campo Mourão é o município paranaense com maior número de mortes confirmadas pela Covid-19. A cidade de cerca de cem mil habitantes contabiliza quatro óbitos no total, entre 15 casos diagnosticados pela Sesa. A prefeitura conta 23 casos. Curitiba, com quase dois milhões de habitantes e 205 confirmações da doença, registrou até o momento três óbitos. O município do Centro-Oeste tem outros oito pacientes com coronavírus internados na UTI e três em leitos clínicos.  


Nesta quarta-feira, em entrevista ao Meio-Dia Paraná, da RPC TV, o secretário estadual de Saúde, Beto Preto, disse que o número de óbitos em Campo Mourão aponta que o vírus circula de modo diferente no município em relação ao restante do Estado e que a Sesa acompanha a situação. Como medida de controle, a secretaria decidiu ampliar a coleta de material para análise. Todas as pessoas que entraram em contato com os pacientes diagnosticados com a doença serão submetidos a exame. Foram disponibilizados 120 testes. Alguns já foram feitos e aguardam resultado do Lacen (Laboratório Central do Estado). O Estado também enviou três respiradores para o município.


Situação preocupante

O secretário municipal de Saúde, Sérgio Henrique dos Santos, disse que a partir do histórico de saúde dos pacientes positivados foi possível rastrear a entrada do vírus na cidade, mas agora os casos estão espalhados em todas as regiões e já há transmissão comunitária. “A situação aqui é preocupante”, definiu.


O Hospital Santa Casa de Campo Mourão, referenciado para os casos de Covid-19, dispõe de 15 leitos de UTI com respiradores e outros nove aparelhos devem chegar até esta quinta-feira (9). Eles foram adquiridos com dinheiro doado pelas prefeituras da região e pela sociedade. A capacidade da UTI deve crescer de 15 para 24 vagas. Vinte novos leitos já estão credenciados. Os leitos da enfermaria também irão aumentar de 15 para 21. O secretário municipal de Saúde espera elevar para 28 leitos a capacidade da UTI nos próximos dias. As medidas de isolamento, válidas até o próximo sábado (11), devem ser estendidas.


Além das quatro mortes em Campo Mourão e três em Curitiba, tiveram óbitos por coronavírus os municípios de Paranaguá (1), Cascavel (1), Cianorte (1), Maringá (2), Londrina (2), Santa Fé (1), Quatiguá (1) e Primeiro de Maio (1).


Londrina

A Secretaria Municipal de Saúde confirmou 60 casos de coronavírus no município em boletim divulgado nesta quarta-feira. São dois novos casos confirmados nas últimas 24 horas. O número de óbitos permanece igual, com duas mortes confirmadas até o momento.


Segundo a secretaria, 13 pacientes confirmados com a Covid-19 estão em isolamento domiciliar, 12 internados, 33 se recuperaram e dois morreram. Há ainda 44 casos suspeitos da doença sendo investigados e 421 já foram descartados.




Os números do município diferem dos dados divulgados pela Sesa (Secretaria Estadual de Saúde) porque o órgão estadual não contabiliza os dados da rede privada de saúde. Segundo o boletim da Sesa, Londrina tem 59 confirmações, dez suspeitas em investigação, 158 casos descartados e dois óbitos. 

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias