Seita leva ao suicídio mais de 100 seguidores18/Mar, 13:10 Kampala, 18 (AE-AP) Pelo menos 120 seguidores da seita apocalíptica Os Dez Mandamentos de Deus mataram-se num suicídio coletivo em Kanunga, a 320 quilômetros da capital de Uganda, Kampala, na ontem (17) à noite. Segundo o porta-voz da polícia de Uganda, Eric Naigambi, os fiéis reuniram-se num templo, cantaram e rezaram durante muitas horas, antes de atearem fogo a si mesmos. O número exato de vítimas ainda não está determinado. Rádios de Uganda admitem a possibilidade de que os mortos passem de 200. Recentemente, o líder da seita tinha dito para seus seguidores que se desfizessem dos bens e se preparassem para ir ao Paraíso. Em setembro, autoridades de Uganda puseram na ilegalidade outra seita apocalíptica e seus líderes foram acusados de estupro, sequestro e cárcere privado.