Roubos a residências caem 45% em área atendida pelo 5º Batalhão

Balanço aponta que também houve queda no número de roubos a estabelecimentos comerciais

Vitor Struck e Viviani Costa - Reportagem Local
Vitor Struck e Viviani Costa - Reportagem Local

A Polícia Militar divulgou um balanço das ocorrências atendidas na área de abrangência do 5º Batalhão em Londrina. A corporação é acionada pela população de Londrina, Cambé, Ibiporã, Jataizinho e Tamarana. As estatísticas não incluem os casos atendidos na zona norte da cidade, região de abrangência da 4ª Companhia Independente da PM.


Para o comando do 5º Batalhão, números indicam que Londrina tem se tornado mais segura
Para o comando do 5º Batalhão, números indicam que Londrina tem se tornado mais segura | Gustavo Carneiro
 


De janeiro a novembro deste ano, foram registrados 133 roubos a residências, contra 244 no mesmo período do ano passado. A queda foi de 45%. Já os roubos a estabelecimentos comerciais sofreram redução de 30%. Em 2019, a PM contabilizou 57 ocorrências contra 82 entre janeiro e novembro do ano passado. A quantidade de veículos roubados caiu de 387 (em 2018) para 251 (em 2019). Ao todo, 929 roubos a pessoas foram registrados neste ano. No mesmo período do ano passado, foram 1.212 ocorrências.




Em 2019, a PM registrou 1.432 furtos a pessoas, 1.040 furtos a residências e 509 furtos a estabelecimentos comerciais. Apenas a quantidade de furtos de veículos aumentou de 1.233 (em 2018) para 1.240. O número de homicídios se manteve constante com 26 mortes no período.


Para o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar em Londrina, major Nelson Villa, os números indicam que a cidade tem se tornado mais segura. “Estamos mantendo os índices. Quanto mais as estatísticas caem em uma cidade grande como Londrina, mais será difícil termos uma nova redução porque não vamos conseguir chegar a zero, por exemplo”, comentou.


Villa assumiu o comando do 5º Batalhão no mês de julho. O major ressaltou que o efetivo está bem equipado para garantir a segurança. “Temos um efetivo que tem condições de dar respostas rápidas. Temos uma frota nova, com veículos novos e conservados. Também nunca estivemos tão bem em relação ao armamento. Existem casos emblemáticos que podem gerar a sensação de insegurança, mas não refletem os números gerais. Estamos atentos para conter a violência”, frisou.


A expectativa, segundo ele, é que parte dos 2.400 novos policiais que ingressarão na carreira a partir do ano que vem possa atuar em Londrina. “Apesar dos números serem positivos, sabemos que temos que trabalhar arduamente.”


A reportagem também teve acesso ao balanço de ocorrências apuradas pela 4ª Companhia Independente nos últimos anos que aponta para queda no registro de crimes contra o patrimônio. Em 2017, foram registradas 2.019 ocorrências deste delito, número que caiu para 1.413 em 2018 e 1.026 até novembro deste ano. 


Já o número de homicídios caiu de 34 em 2017 para 20 em 2018 e manteve-se em estável em 2019, quando 18 homicídios foram contabilizados até novembro. Segundo o balanço, em 2019 foram apreendidos 679 carros, mais do que triplo dos números registrados em 2018 (203) e 2017 (210). 


No entanto, houve queda no número de veículos recuperados, de 795 em 2017 para 218 em 2018 e 360 em 2019. Neste ano, 25 armas de fogo foram apreendidas, 278 mandados foram cumpridos e 238 ocorrências relacionadas ao tráfico de drogas foram atendidas pela 4ª Companhia.


Continue lendo


Últimas notícias