Rio, 01 (AE) - O economista, diplomata e integrante da Academia Brasileira de Letras (ABL) Roberto Campos continua internado no Centro de Tratamento Intensivo (CTI) da Clínica São Vicente, na zona sul do Rio, e apresenta "condições clínicas e neurológicas estáveis", segundo boletim médico divulgado no fim da tarde de hoje. Ainda de acordo com o boletim, Campos foi submetido hoje a uma tomografia computadorizada do crânio, que apontou a existência de um "edema cerebral localizado pós-isquêmico".
O boletim informou ainda que foram estabelecidas as medidas terapêuticas para a regressão do edema. Campos foi internado na sexta-feira (25) por causa de uma crise de hipoglicemia (falta de açúcar no organismo) e outra de hipertensão, agravadas por uma isquemia cerebral. O ex-senador tem 82 anos, sofre de diabetes e estava em tratamento de problemas cardíacos.