São José dos Campos, SP, 7 (AE) - As equipes de salvamento da base da Aeronáutica de Guaratinguetá voltaram hoje (7) ao local do acidente com o bimotor PT-KMB para resgatar o quinto corpo que se encontrava no aparelho. Os militares ficaram surpresos quando encontraram, no final da tarde de ontem (6) o cadáver de uma mulher no meio dos destroços. Ela foi identificada mais tarde como Fabiana Andrea Paschoaleto da Silva
porém seu nome não constava da lista de passageiros.
O avião chocou-se no início da tarde de quarta (5) com o Pico dos Três Estados, na altura de Queluz, na Serra da Mantiqueira. Na operação realizada na quinta-feira foram recuperados quatro corpos dentro dos destroços. A princípio, a Aeronáutica desconhecia o fato do bimotor ter um passageiro a mais do informado no aeroporto Campo de Marte, de onde o aparelho decolou. As buscas foram retomadas pela manhã para encontrar o piloto e proprietário do avião, Ettori José Dela Santa. Fabiana da Silva era de Itatiba, SP e seguia a negócios como os empresários para Juiz de Fora (MG). O grupo tinha intenção de construir um cemitério da cidade. O avião bateu contra um maciço rochoso provavelmente ao entrar numa nuvem. O piloto, no momento, fazia um vôo visual e optou por essa modalidade de operação ao perceber que em São José dos Campos o tempo estava estável e com boa visibilidade.
A região do acidente é conhecida como um dos pontos de maior concentração de desastres aeronáuticos no complexo da Mantiqueira. Os picos vão desde 1,7 mil até 2.796 metros - considerado o cume da cordilheira, conhecido como Pedra da Mina e sem registro da altitude correta no mapeamento do IBGE. O local da queda do aparelho é de difícil acesso e os militares estão usando cordas para descer a partir de um helicóptero superpuma. O avião ficou com a parte dianteira completamente destruída. Os destroços ficaram parcialmente encobertos pela vegetação, dificultando a visualização. Familiares das vítimas estão seguindo até o Instituto Médico Legal (IML) de Cruzeiro para fazer a identificação dos corpos, que já estão sendo liberados para seguir para suas cidades de origem.