Brasília, 29 (AE)- A avaliação negativa (ruim mais péssimo) do desempenho do presidente Fernando Henrique Cardoso subiu seis pontos, de 43% em janeiro para 49% em fevereiro, conforme a pesquisa CNT/Vox Populi realizada durante os dias 19 a 21 deste mês com 2006 entrevistados, divulgada há pouco. A avaliação positiva (ótimo mais bom) do presidente Fernando Henrique permaneceu igual a janeiro, em 16%. A região Sul é a que manifesta pior avaliação do desempenho do presidente Fernando Henrique Cardoso. A avaliação negavita, na região Sul, supera em 42 pontos as avaliações positivas feitas pelos entrevistados. Em seguida vem a região nordeste, onde as avaliações negativas são 35 pontos superiores as positivas.
Sucessão - A pesquisa CNT-Vox Populi mostra que, mantidos os seis possíveis candidatos à presidência da República que vem sendo avaliados desde novembro o quadro permanece inalterado. Luiz Inácio Lula da Silva, que tinha 22% da preferência dos entrevistados em janeiro, passou para 23%. O ex-ministro Ciro Gomes permanece com 19% e o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, mantém seus 10%, enquanto o presidente do Senado, Antônio Carlos Magalhães, passou de 7% para 9%. O governdor do Rio de Janeiro, Antônio Garotinho, que detinha 7% da preferência dos entrevistados em janeiro, tem agora 6%. O mesmo aconteceu com Mário Covas, que tinha 5% em janeiro e caiu em fevereiro para 4% dos votos dos entrevistados. O porcentual dos que não votariam em nenhum deles ou não responderam a pergunta atingiu 29% em fevereiro (sendo 18% nenhum, nulos e brancos e 11% não sabem ou não responderam) contra os 24% observados em janeiro (12% branco ou nulo e não sabe ou não respondeu).
A pesquisa também mostra que substituindo Antônio Carlos Magalhães pela governadora do Maranhão, Roseana Sarney, e o governador de São Paulo, Mário Covas, pelo ministro da Educação, Paulo Renato, e o governador de Minas Gerais, Itamar Franco, pelo presidente do PMDB, Jáder Barbalho, o contingente dos que não escolhem nenhum dos candidatos subiu de 29% para 33%. Nesta situação, Lula continua à frente com 25%, Ciro Gomes com 24%, Roseana Sarney com 8%, Garotinho com 7% e Paulo Renato e Jáder Barbalho com 2%. Os entrevistados que indicaram nenhum dos nomes, branco ou anulariam somaram 21% dos entrevistados e os que não sabem em quem votar ou não responderam a pergunta somaram 12%.