Bogotá, 08 (AE-AP) - A rodovia Bogotá-Medellín, que une as duas principais cidades da Colômbia, completou hoje quatro dias sob o bloqueio da guerrilha Exército de Libertação Nacional (ELN), enquanto tropas das Forças Militares preparavam-se para desalojá-la.
Milhares de veículos e passageiros estão presos na estrada desde sábado, ante a incapacidade militar da polícia de controlar a situação.