Brasília, 07 - O ministro da Educação, Paulo Renato de Souza, disse hoje, no jantar que está sendo oferecido pelo PSDB à imprensa, que vai colocar seu nome para apreciação do partido como candidato ao Senado por São Paulo em 2002.
Quanto a uma eventual indicação de seu nome "para outros cargos", ele disse que esta cabe ao partido. Paulo Renato citou
a propósito, esta frase, que disse ter ouvido há dez anos do presidente Fernando Henrique Cardoso: "Em política, os outros é que têm que querer pela gente."
Diante disso, Paulo Renato entende que, por iniciativa dele próprio, só pode oferecer seu nome como candidato ao Senado.