São Paulo, 6 (AE)- A produção de veículos no Brasil, no ano passado, foi de 1.343.633, uma queda de 15,26% em relação a 1998. O mercado total, incluindo os importados, foi de 1.252.331
o que representou uma retração de 18,37% na comparação com o ano anterior. Os números serão divulgados às 11 horas, pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).
Já no ritmo de férias coletivas, a indústria produziu, em dezembro, 81.755 unidades, 27,37% menos do que em novembro, e distribuiu à rede de concessionários 85.354 veículos, incluindo importados. Os carros populares, ainda os mais vendidos, absorveram em todo o ano 67,5% do mercado total de automóveis.
A indústria também não conseguiu atingir o volume de exportações que desejava no início do ano. O faturamento, no Exterior, em 1999, foi de US$ 3,039 bilhões, 28,71% menos do que em 1998. Mas o setor prevê recuperação, a partir de agora e, já em dezembro conseguiu crescimento de 14,44%, com US$ 326,2 milhões. Durante o ano passado foram vendidos ao Exterior 268.158 veículos produzidos no Brasil. O volume apresentou queda maior que no faturamento, com retração de 32,94%.
A venda de carros a álcool recuperou-se em dezembro, com participação de 2,9% das vendas no atacado (2.030 veículos). Em novembro, a participação foi de 1,6%. Durante o ano passado, os brasileiros compraram 10.942 carros a álcool, quase 9 vezes mais que em 98. A indústria automobilística abriu 3.060 vagas, em 1999, na comparação com o ano anterior, chegando, em dezembro
com 86.109 trabalhadores.
Máquinas Agrícolas - O Brasil produziu 28.191 máquinas agrícolas, no ano passado, o que representou uma queda de 15,63% em relação a 1998. Somente em dezembro, a queda foi de 21,18%, num total de 1.548 unidades. Do total, o mercado interno absorveu, em 1999, 24.534 unidades.
A exportação de 4.213 máquinas, em 99, representou uma queda de 52,46%. O faturamento com as vendas externas caiu 42,9%, com US$ 422,7 milhões.