|
  • Bitcoin 120.698
  • Dólar 5,1649
  • Euro 5,2600
Londrina

Geral

m de leitura Atualizado em 22/02/2022, 19:40

Primeiro de Maio é notificada após vacinação errada de crianças

Município aplicou doses de Coronavac em 37 meninos e meninas de cinco anos ao invés do imunizante da Pfizer

PUBLICAÇÃO
terça-feira, 22 de fevereiro de 2022

Pedro Marconi - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: iStock
menu flutuante

A Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) notificou a secretaria municipal de Primeiro de Maio (Região Metropolitana de Londrina) por conta da vacinação errada de 37 crianças de cinco anos contra a Covid-19. O fato foi registrado no dia 18 de fevereiro. Em vez de aplicar doses da Pfizer, os servidores deram o imunizante Coronavac. A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) liberou a vacina produzida pelo Instituto Buntantan para a faixa etária de seis a 11 anos e não de cinco. 

O município, junto com o Estado, está monitorando as crianças para identificar qualquer possível reação adversa que elas possam apresentar nos próximos 30 dias. Até o momento, todas estão bem, sem nenhuma intercorrência, segundo a secretaria. “O caso é considerado como erro de imunização. O município informou que abrirá processo administrativo para apurar a responsabilidade”, informou a Sesa, por meio de nota. 

A pasta também destacou que “distribui os imunizantes enviados pelo Ministério da Saúde, mas quem aplica as doses são os municípios”. A prefeitura afastou preventivamente a equipe de funcionários que fez a vacinação de forma equivocada. Até terça-feira (22), Primeiro de Maio já havia vacinado cerca de 430 crianças, o que representa 50% do público-alvo. 

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1.