Salto, SP, 01 (AE) - Os 78 presos da Cadeia Pública de Salto, a 100 quilômetros de São Paulo, rebelaram-se hoje, após uma tentativa de fuga frustrada, e incendiaram o prédio. A rebelião teve início à tarde, quanto os carcereiros descobriram um buraco numa das celas, pelo qual os presos tentariam uma fuga em massa. Revoltados, os detentos arrebentaram as grades e saíram para o pátio. Amontoaram colchões e fizeram uma fogueira, exigindo a presença de autoridades judiciárias.
O juiz-corregedor Caramuru Afonso Filho negociou com os rebelados. Eles exigiam a transferência de um carcereiro e a melhoria das condições da prisão. O prédio tem capacidade para 32 detentos. No fim da tarde, os rebelados decidiram voltar para as celas, mas como a cadeia estava praticamente destruída, parte deles teve que ser transferida. Na revista, os policiais apreenderam estiletes, facas e outras armas fabricadas pelos próprios detentos.