Telma Elorza
De Londrina
Acusado de lesar mais de 500 pessoas em Londrina e de aplicar o mesmo golpe em outro Estado, está preso em Uberaba (MG) o proprietário da loja de móveis Casa Nobre, Marcelo Soler Facuri, 36 anos. Ele foi preso na última quinta-feira. O delegado Algacir Ramos, do 1º Distrito Policial, foi comunicado do fato no mesmo dia e disse que vai pedir, na próxima segunda-feira, a prisão preventiva de Facuri, para que ele seja reconduzido à cidade.
Segundo o delegado, Facuri foi preso no começo do mês em Ribeirão Preto (SP), por força de um mandado de prisão expedido pela Delegacia de Uberaba, onde teria praticado golpe semelhante. O acusado de estelionato teria montado uma nova loja de móveis em Ribeirão Preto, onde se encontrava no momento da prisão. ‘‘Agora temos que dar um jeito de trazê-lo para Londrina porque, depois de ser ouvido em Uberaba, ele pode ser posto em liberdade’’, explicou o delegado.
Em Londrina, Facuri teria se apresentado como Cícero José dos Santos, dono da loja de móveis. A empresa vendeu conjuntos de sala e estofados com preços abaixo dos praticados no mercado, com a promessa de serem entregues duas ou três semanas depois, após a vítima pagar uma entrada. A entrada correspondia, em média, a R$ 500,00. O restante do pagamento, em parcelas mensais, era garantido com cheques pré-datados que eram trocados em uma financeira. No dia 29 de outubro, a loja fechou as portas, deixando indignados funcionários e clientes que ainda esperavam receber seus móveis.