Curitiba, 08 (AE) - Dois hackers foram presos hoje por policiais da Delegacia de Estelionato e Desvio de Carga, em Curitiba, acusados de fazer transferências on-line de clientes do banco Itaú para contas fantasmas abertas com documentos falsos. Sérgio Machado, de 23 anos, e Luiz Roberto Alves dos Santos, de 45 anos, foram flagrados com quase 2 mil folhas de cheques já compensados em instituições bancárias.
De acordo com o superintendente Hélcio Piasseta, os dois confessaram que o golpe era aplicado a partir dos cheques. De posse do nome do cliente, número da agência e da conta corrente, os acusados entravam no Bank Line do Itaú e, de alguma forma não esclarecida pela polícia, descobriam as senhas.Machado e Santos usavam telefones de hotéis e aparelhos celulares para entrar nas contas via Internet. Uma vez descobertos os saldos dos correntistas, faziam a transferência do dinheiro para contas que teriam aberto com documentos falsos. E sacavam em seguida.
A polícia ainda não conseguiu apurar o valor das transferências que teriam sido feitas pelos hackers. Mas apreendeu com eles um notebook, três telefones celulares, folhas de cheque compensados, um carro roubado em Londrina, no norte do Paraná, e outro veículo locado com documentos falsos.