|
  • Bitcoin 103.036
  • Dólar 5,3317
  • Euro 5,5605
Londrina

Geral

m de leitura Atualizado em 15/05/2022, 18:49

Preparem os casacos: frio intenso chega a Londrina

A semana de 16 a 22 de maio será marcada por um forte resfriamento em todas as regiões do Paraná; há previsão de geada na terça

PUBLICAÇÃO
domingo, 15 de maio de 2022

Vítor Ogawa - Grupo Folha
AUTOR autor do artigo

Foto: Micaela Orikasa - Grupo Folha
menu flutuante

No fim de semana foi possível observar a mudança de temperatura em Londrina. Na feira livre da Avenida Saul Elkind, na zona norte, era visível que as pessoas já estavam em transição entre roupas de calor e roupas de frio. Nas bancas que comercializavam roupas foi possível notar a preferência por vestimentas mais adequadas à estação de temperaturas baixas. A população deve se preparar e tirar os casacos do armário. Em Londrina a temperatura mínima prevista na segunda-feira (16) é de 10ºC e a máxima é de 24ºC. Na terça-feira (17),  a temperatura mínima na cidade será de 4ºC e a máxima será de 15ºC (com previsão de geada) e nesta quarta-feira a temperatura mínima será de 6ºC e a máxima será de 12ºC.

 De acordo com o meteorologista Reinaldo Olmar Kneib, do Simepar (Sistema de Tecnologia e Monitoramento Ambiental do Paraná), a semana de 16 a 22 de maio será marcada por um forte resfriamento de todas as regiões paranaenses.  “Já na madrugada de segunda-feira (16) para terça-feira (17) um forte ar polar irá provocar a queda de brusca das temperaturas, primeiramente nas regiões de fronteira com o Paraguai e Argentina e coma divisa com Santa Catarina, ou seja, regiões Oeste e Sudoeste do Estado e Sul e Centro-Sul. Nessas regiões se espera temperaturas abaixo de 5ºC.”

Na terça, a previsão do Simepar é que na cidade de General Carneiro (Sul), a mínima será de 0°Ce a máxima de 9°C; em Apucarana oscilará de 3°C a 13°C; Arapongas (Região Metropolitana de Londrina) será entre 4°C e 13°C e em Cornélio Procópio (Norte), entre 4°C e 16°C. 

A PARTIR DE QUARTA

Ele explicou que ao longo da semana, a partir de quarta-feira, o ar frio se estabelece em todas as regiões paranaenses e a queda de temperatura será ainda mais significativa. “Temperaturas abaixo de 10ºC serão esperadas para o litoral e abaixo de 5ºC para outras regiões, como a Região Metropolitana de Curitiba e o extremo Norte Paranaense, divisa com São Paulo.” Ele explicou que esse ar frio, como é bastante intenso e com uma massa de ar frio bastante ampla, permanece atuando até o próximo fim de semana, nos dias 21 e 22 de maio.

“Ao longo da semana vamos ter uma mudança brusca nas condições do tempo em todas as regiões paranaenses. Mesmo durante o período diurno as temperaturas devem continuar baixas. A massa de ar frio é bastante intensa e a camada de temperaturas baixas não ficará não só na superfície, mas a 2 km ou 3 km da atmosfera. Por isso o ar é bastante gelado.” 

Na quarta-feira (18), o Simepar informa que, mesmo com a intensificação dos ventos e as temperaturas baixas, as condições para a formação de geada no estado são mínimas, porém, não se descarta a ocorrência principalmente em regiões de vales. Nesta quarta-feira a temperatura mínima prevista para Maringá (Noroeste) será de 6ºC e a máxima será de 12ºC. Já em Ribeirão Claro (Norte Pioneiro), a previsão é de mínima de 6°C e máxima de 14°C. Em Ibiporã (RML) a temperatura vai oscilar entre 7°C e 14°C. 

LEIA TAMBÉM:
Serviço Alerta Geada entra em operação nesta terça

ASSISTÊNCIA SOCIAL

A reportagem procurou a secretária de Assistência Social de Londrina, Jaqueline Micali, sobre o serviço ofertado nestes dias mais frios para a população vulnerável, como os moradores em situação de rua. Segundo ela, "o trabalho está organizado como os 365 dias do ano, pois o morador em situação de rua é uma demanda constante e dentro das especificidades de  frio, calor, final de ano, feriados." 

NO BRASIL 

Dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) apontam uma queda acentuada na temperatura de todo o país, com “queda acentuada” na Região Sul. Na segunda-feira (16), as baixas temperaturas devem atingir todas as regiões, podendo chegar até Rondônia e Acre até o fim do dia. O clima frio poderá derrubar as temperaturas até 10°, especialmente na Região Sul e no sul das regiões Centro-Oeste e Sudeste. No Acre e em Rondônia, o frio deve causar o segundo episódio de friagem do mês. O primeiro episódio ocorreu nos dias 4 e 5 de maio.

Segundo Inmet, há tendência de geada na Região Sul do país entre os dias 17 e 25. Há, inclusive, previsão de geada forte em praticamente todo o estado de Santa Catarina, com exceção da região litoral, no norte do Rio Grande do Sul e no centro do Paraná, estendendo-se até o sul, também com exceção do litoral.

Existe ainda, segundo o Inmet, uma pequena possibilidade de ocorrência de neve nas serras gaúcha e catarinense entre a noite do dia 16 e madrugada do dia 17.

“Do ponto de vista agrometeorológico, a geada é um fenômeno causado pela ocorrência de baixas temperaturas que promovem o congelamento dos tecidos vegetais, havendo ou não a formação de gelo, e provoca a morte das plantas ou de suas partes (folhas, ramos, frutos)”, explica o instituto. A geada pode ser provocada tanto por entradas de massas de ar frio, quanto por um intenso resfriamento da superfície, durante noites de céu limpo e sem vento. (Com Agência Brasil)

****

Receba nossas notícias direto no seu celular! Envie também suas fotos para a seção 'A cidade fala'. Adicione o WhatsApp da FOLHA por meio do número (43) 99869-0068 ou pelo link wa.me/message/6WMTNSJARGMLL1