Prefeitura de Cambé autoriza retorno de academias e feiras livres


Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

O prefeito de Cambé, José do Carmo Garcia, autorizou a reabertura de academias, centros de ginásticas, ballet, dança individual, natação e espaços semelhantes já a partir desta terça-feira (5). A permissão foi oficializada em decreto publicado na edição desta segunda (4) no Jornal Oficial do Município. Os estabelecimentos estavam fechados desde o mês passado por causa da Covid-19. 



Prefeitura de Cambé autoriza retorno de academias e feiras livres
Divulgação
 



Segundo o último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, Cambé está com 11 casos confirmados da doença, nenhuma morte, cinco pessoas aguardando resultados de exames e outras duas suspeitas. As academias só poderão a funcionar novamente se todos os frequentadores usarem máscaras, se não tiverem contato físico durante as atividades, inclusive com professores ou instrutores e não compartilharem aparelho sem a higienização com álccol geral 70%. 




A determinação da prefeitura também limita a entrada de 15 pessoas nos treinamentos, que deverão ser previamente agendados. As aulas não podem passar de 45 minutos, sendo que os últimos 15 serão usados especificamente para limpar o espaço para a próxima atividade esportiva. Idosos deverão treinar em horários específicos para evitar proximidade com outros grupos. 


Equipamentos tradicionais, como esteiras e bicicletas, terão que ter um distanciamento de quatro metros. Quem frequenta esses espaços deverá ter a temperatura medida quando chegar para se exercitar. Crianças menores de 12 anos e usuários que estiverem com tosse, febre, mal-estar e coriza, sintomas típicos do coronavírus, não poderão acessar as academias. 


Feiras


O decreto do prefeito de Cambé permte ainda o retorno das feiras livres com uma série de regras. Cada feirante poderá instalar somente uma banca, sendo que apenas duas pessoas poderão estar no local. As barracas terão distanciamento mínimo de dois metros. Fitas de isolamento serão colocadas para impedir a proximidade com os consumidores. 


Os clientes não podem consumir os produtos nas feiras, assim como já acontece em Londrina. A fiscalização das normas fica a cargo da Vigilância Sanitária e fiscais do setor de Posturas da prefeitura, que estão autorizados a emitir multas em situações de descumprimento da nova legislação. 


Motivos para reabertura 


Em vídeo divulgado nas redes sociais, José do Carmo Garcia disse que tomou a decisão de reabrir academias e feiras livres baseado nos números da Covid-19 na cidade. "Tivemos queda nas estatísticas. Analisamos também o bom comportamento do comércio, que está funcionando das 10h às 16h de segunda a sexta-feira e das 9h às 13h nos sábados e domingos. Porém, é preciso tomar os cuidados para que encontremos a normalidade o mais rápido possível", completou. 




Apesar da determinação do governador Carlos Massa Ratinho Jr. do fechamento por tempo indeterminado de academias e shoppings, Garcia explicou que o STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou, em decisão do dia 15 de abril, os municípios a tomarem medidas sobre o tema. 


Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Tudo sobre:

Últimas notícias

Continue lendo