São Paulo, 26 (AE) - O prefeito Celso Pitta conseguiu uma vitória nesse round contra a justiça. Porém, apenas na área cível ele responde a nove processos. Apenas em uma das ações, Pitta, juntamente com o ex-prefeito Paulo Maluf e o ex-funcionário da prefeitura Wagner Ramos, são acusados de improbidade administrativa no escândalo dos precatórios e podem ser condenados a devolver aos cofre públicos a quantia de RS$ 1 2 bilhão.
Os outros processos também envolvem o uso indevido do dinheiro público. Cinco dos nove processos que estão em andamento na área cível dizem respeito ao uso do dinheiro público em propaganda. A maioria dessas propagandas, segundo as ações, foram feitas para o prefeito se defender das acusações.