Praias da baixada santista apresentam bom movimento de banhistas4/Mar, 13:35 Por Cida Oliveira, especial para a Agência Estado Santos, SP, 4 (AE) - Embora não estivessem superlotadas as praias da Baixada Santista e Litoral Sul registraram, hoje pela manhã, um bom movimento. A esperada mancha de microalgas azuis que no dia anterior atingiu o litoral sul não chegou às praias da Baixada Santista. Os bombeiros não constataram a presença das algas nas praias de Santos, São Vicente e Guarujá, mas tiveram muito trabalho desde as primeiras horas do dia. Uma lancha passeio de 32 pés (Mor and Less) pegou fogo próximo ao Farol da Moela, no Guarujá. A embarcação ficou totalmente destruída, mas os bombeiros conseguiram resgatar os três tripulantes. Nas praias do município não foram registrados óbitos pela manhã, mas foi grande o número de salvamentos. De acordo com o major Jefferson José Villela, sub-comandante do 17.o Grupo de Busca e Salvamento, o número de ocorrências nas praias, durante a manhã foi superior ao do carnaval do ano passado. "Já temos vários salvamentos, diversos óbitos, sendo que o maior índice de mortes ocorreu em Praia Grande e Mongaguá". Segundo ele, as vítimas estavam alcoolizadas. Os números não foram divulgados em razão de ordem expedida pela Secretaria de Segurança Pública do Estado. Os bombeiros aconselham aos turistas que depois dos bailes de carnaval, descansem pelo menos oito horas para depois ir para a praia. "A alimentação deve ser leve e é sempre bom lembrar que o mar não cura ressaca", enfatizou Villela. São Vicente - Em São Vicente, os turistas também chegaram cedo nas praias, atraídos por sol forte e mar tranquilo. A expectativa dos quiosqueiros é de que, agora à tarde, as praias fiquem superlotadas. Estradas - De acordo com a Ecovias, empresa que administra o sistema Anchieta/Imigrantes, até às 11 horas, desceram para o litoral 197 mil veículos. A previsão é de que sigam para as praias da Baixada Santista e Litoral Sul de 380 mil a 490 mil carros neste carnaval.