Assine e navegue sem anúncios [+]

Polícia investiga roubo de R$ 200 mil em cabos de cobre na zona norte de Londrina

Bandidos renderam segurança de construtora e o obrigaram a ajudar no carregamento de materiais roubados

Rafael Machado - Grupo Folha
Rafael Machado - Grupo Folha

A Polícia Civil está tentando identificar os três assaltantes que levaram cabos de cobre de uma construtora na zona norte de Londrina e deixaram um prejuízo de R$ 208 mil. O roubo foi na noite da última segunda-feira (22) no conjunto Semíramis, onde a Village Construções está erguendo 900 apartamentos populares em contratos assinados com a Cohab (Companhia de Habitação de Londrina). 


De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Fausto Queiroz, dois ladrões armados renderam o segurança no almoxarifado, que fica ao lado dos empreendimentos que estão sendo construídos. Na sequência, o terceiro bandido chegou com um caminhão para armazenar os materiais roubados. "Eles obrigaram o vigilante a carregar o cobre, depois o amarraram. Só conseguiu se libertar porque os moradores ouviram os gritos", afirmou. 

 

Segundo o engenheiro responsável pela obra, assalto não deve prejudicar entrega de 240 apartamentos no Semíramis
Segundo o engenheiro responsável pela obra, assalto não deve prejudicar entrega de 240 apartamentos no Semíramis | Rafael Machado/Grupo Folha
 

 

O trio fugiu e não foi localizado pela Polícia Militar. "Disseram pro segurança que o assalto tinha sido encomendado. O estranho é que sabiam exatamente o local onde o produto estava. São várias portas no almoxarifado e eles vieram direto na dos cabos", explicou Queiroz. O cobre estava enrolado em 10 carretéis que pesam entre 150 e 200 quilos cada. 


Investigadores buscam imagens de câmeras de segurança que possam ter flagrado os assaltantes saindo do almoxarifado. A ação criminosa durou poucos minutos. "Teriam fugido em uma caminhonete cor vinho", relatou o engenheiro. A assessoria da 10ª Subdivisão Policial informou que o caso está sendo investigado pelo delegado Rafael Souza Pinto, da Divisão de Furtos e Roubos. 


Atraso


Dos 900 apartamentos em fase de construções, 288 devem ser entregues entre o final deste ano e fevereiro de 2022. Fausto Queiroz argumentou que o roubo não vai atrasar a entrega de 240 unidades do Portal do Manacá, no Semíramis. Já no conjunto Violin, também na região norte, 48 apartamentos podem demorar um pouco mais para serem finalizados. "O cobre levado seria usado no cabeamento de energia. Pedimos uma nova remessa para que o atraso não aconteça", concluiu o engenheiro.  

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito
Assine e navegue sem anúncios [+]

Últimas notícias

Continue lendo