Nova York, 01 (AE-DOW JONES) - Os contratos futuros de petróleo subiram acima de US$ 31,00 o barril na New York Mercantile Exchange (Nymex). De acordo com traders, os preços do petróleo foram pressionados para cima pela incerteza com relação a elevação da produção mundial.
Pela manhã, houve especulações de que os ministros de petróleo da Arábia Saudita, México e Venezuela iriam acertar no encontro de amanhã, em Londres, um acordo para elevar a produção em 1,2 milhão de barris por dia a partir de abril.
No entanto, diversos analistas disseram que o montante mencionado era muito pequeno para aliviar os temores de escassez da oferta.
"O mercado está terrivelmente apertado. Uma elevação da produção em 1,2 milhão de barris/dia não irá alterar esse cenário", disse o presidnete da Van Eck Global, Derek Van Eck. Os contratos de petróleo para abril chegaram a subir US$ 1,37, para US$ 31,80 o barril, nível mai s elevado desde janeiro de 1991.
À tarde, um oficial do governo venezuelano desmentiu a existência de uma proposta de elevação da produção. "Isso é pura especulação", disse esse oficial. Contudo, mesmo que essa proposta seja real, o volume extra de petróleo não chegará aos Estados Unidos antes da metade de maio, avaliam analistas. "Se este é o plano, é muito pouco e muito tarde", disse o analista da Painewebber em Nova York, Chris Stavros.
Os contratos de petróleo para abril fecharam em US$ 31,77 o barril, com alta de US$ 1,34. A mínima foi de US$ 30,33 e a máxima, de US$ 31,80.