São Paulo,1 (AE) - A Petrobrás terminou o mapeamento dos 97 poços de petróleo que licitará para a iniciativa privada a partir do mês de abril próximo. Os poços são considerados antiprodutivos para uma empresa do tamanho da Petrobrás, por isso serão licitados para exploração por terceiros. São poços que estão em operação entre os Estados da Bahia e do Rio Grande do Norte e que se forem operados por companhias de menor porte, se tornarão econômicos e rentáveis.
A Petrobrás ainda não fez um levantamento de quanto conseguirá arrecadar com estas licitações. Mas as informações de dentro da companhia dão conta que há uma série de empresas interessadas em na exploração destes poços de petróleo em terra. O mapeamento dos poços começou no início do ano e só agora está sendo encerrado.
A licitação dos poços, com concessões de exploração por um prazo a ser determinado ainda, faz parte da reestruturação da companhia estatal, como forma de reduzir seus custos e se direcionar para poços rentáveis e de grande produção, como os da plataforma marítima do País.