Paulo Renato faz pronunciamento sobre Fundef18/Mar, 17:18 Por Nélia Marquez Brasília, 18 (AE) - O ministro da Educação, Paulo Renato Souza, faz segunda-feira (20), às 19h55, pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão para convocar a população a fiscalizar a aplicação dos recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef). O MEC recebeu 665 denúncias de irregularidades relativas a 414 municípios do País - 7,5% do total de cidades brasileiras. A subcomissão da Câmara criada para apurar irregularidades no fundo recebeu denúncias contra mais de 800 municípios. A partir de investigações numa série destas localidades, na segunda-feira (13), Paulo Renato anunciou a suspensão do repasse dos recursos do Fundef a 31 municípios. O pronunciamento de Paulo Renato faz parte da campanha que o Ministério da Educação irá lançar com o objetivo de conseguir a participação da população na fiscalização do Fundef. O Ministério da Educação irá veicular, em todas as emissoras abertas de televisão, quatro filmes publicitários de 60 segundos que retratam a experiência de municípios que efetivamente fiscalizam o fundo. Também estão sendo produzidos 25 mil cartazes explicando o papel da população no processo de fiscalização dos recursos. O Ministério da Educação entende que, para que a fiscalização do Fundef se torne mais eficiente, é preciso haver mobilização da sociedade para evitar o desvio das verbas. É que o dinheiro do Fundef é repassado diretamente aos municípios, em valor proporcional ao número de alunos matriculados no ensino fundamental público. A fiscalização deve ser feita por meio de conselhos municipais, estaduais e federais. Atualmente, 90% dos municípios brasileiros têm o Conselho de Acompanhamento e Controle Social para supervisionar a aplicação do fundo.