Pastifício Selmi entra no setor de bolos prontos3/Mar, 14:35 Por Rosangela Capozoli São Paulo, 3 (AE) - O Pastifício Selmi, vice-líder no setor de massas secas, perdendo apenas para o grupo argentino Socma, acaba de entrar no segmento de bolos prontos. A empresa adquiriu a Bionata, na região de Sumaré, interior de São Paulo. Aladino Selmi, diretor superintendente, não quis revelar o valor da transação. Analistas de mercado estimam que foram desembolsados cerca de R$ 10 milhões na compra da nova fábrica. "Foram investidos R$ 2,5 milhões em tecnologia", se limita a informar Selmi. O novo produto, que leva a marca Renata estará nas gôndolas dos supermercados a partir da segunda quinzena de março. "A produção inicial é de 400 mil bolos/mês, podendo triplicar, dependendo da aceitação do produto no mercado", comenta. O próximo passo será investir em lanchinhos doces e salgados. A Selmi também está consolidando o processo de reestruturação iniciado há dois anos. A fábrica de Campinas foi transferida para Sumaré, começando a operação em fins de maio. A empresa manteve a instalação de Londrina (PR). Embora não divulgue números os investimentos nas duas unidades foram altos. Para se ter uma idéia, a produção salta de 85 mil toneladas no ano passado para 150 mil até o final de 2001. "Os investimentos para 2000 deverão ficar 30% superior ao registrado no ano passado", conta. A receita, estima, cresce pelo menos 15%. Segundo ele, o novo produto irá representar um aumento de 10% no faturamento. A Selmi é dona das marcas Galo e Renata. Enquanto o mercado de massas registrou queda de 2% no ano passado a Selim cresceu 6% e os instantâneos 15%.