Assine e navegue sem anúncios [+]

Paraná recebe 242 mil doses de vacina contra Covid-19

As doses começam a ser distribuídas às 22 Regionais de Saúde do Estado ainda nesta quinta-feira (8)

Reportagem local
Reportagem local

 

Paraná recebe 242 mil doses de vacina contra Covid-19
Gilson Abreu/AEN
 


As 242.050 doses de vacinas contra a Covid-19 enviadas pelo Ministério da Saúde começam a ser distribuídas às 22 Regionais de Saúde do Estado ainda nesta quinta-feira (8), informou a Sesa (Secretaria de Estado da Saúde). O material sai do Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba, por meio de aeronaves e caminhões. 


A 12ª remessa recebida pelo Paraná é formada por 127.250 imunizantes da AstraZeneca/Oxford/Fiocruz e 114.800 da Coronavac/Butantan. Com o lote, o Paraná recebeu até o momento 2.495.350 conjuntos vacinais.


Em paralelo, a Secretaria Municipal de Londrina abriu a vacinação com a primeira dose para mais uma faixa etária, de 65 anos. Idosos com esta idade que já fizeram o cadastro no portal da Prefeitura já puderam então, a partir desta quinta, agendar a aplicação do imunizante. A estimativa é que 4.644 estejam aptos a fazer o agendamento. 


Com as novas doses recebidas do Ministério da Saúde, cidades do Estado que haviam suspendido a primeira aplicação esperam poder voltar a vacinar a população com a primeira dose.


Este é o caso de Maringá, que desde quarta-feira da semana passada (31) não vacinava os maringaenses com a primeira aplicação porque todos os imunizantes recebidos até então já haviam sido utilizados. Desde então, o município estava aplicando a vacina apenas em idosos acamados, profissionais de saúde recém contratados e força de segurança e salvamento. 


Na terça-feira da semana passada (30), Curitiba também já havia aplicado todas as doses disponíveis, e desde então vacinou apenas as forças de segurança com algumas doses que chegaram à prefeitura da capital. 


Em Cascavel, a prefeitura informou nesta quinta que vai retomar a vacinação contra a Covid-19 nesta sexta-feira (9). O público a ser vacinado agora é de idosos de 65 anos ou mais com a primeira dose e a expectativa é que todos os imunizantes da nova remessa sejam aplicados no mesmo dia. 


Das vacinas da AstraZeneca recebidas pelo Estado, 70.338 serão aplicadas como primeira dose em idosos de 65 a 69 anos e 50.868 como segunda dose para os trabalhadores de saúde imunizados em janeiro, quando o primeiro lote do medicamento chegou ao Paraná. O intervalo de aplicação desse imunizante é de três meses.


Outros 5% (6.044 doses) ficarão separadas como reserva técnica, seguindo o protocolo do Plano Nacional de Imunização (PNI) elaborado pelo Ministério da Saúde. 


Já das doses do Instituto Butantan, 25.040 serão destinados a idosos de 65 a 69 anos e 2.277 a profissionais de segurança pública, ambas para a primeira aplicação. Outras 70.715 são para idosos entre 70 e 74 anos e 11.212 para trabalhadores da saúde, ambas como segunda dose. A reserva técnica deste imunizante é formada por 5.556 doses. 


NOVA REMESSA

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, sinalizou que o Paraná deve receber uma nova remessa de vacinas contra a Covid-19 no começo da próxima semana. O planejamento, segundo ele, é garantir a imunização de todas as pessoas com mais de 60 anos até o fim deste mês. 


VACINAÇÃO

Até o início da tarde desta quinta, de acordo com o Vacinômetro da Secretaria de Estado da Saúde, 1.323.739 moradores do Estado haviam recebido pelo menos a primeira dose do imunizante, e 311.153 já completaram a imunização com a segunda. Em números gerais, Curitiba (239.685), Londrina (76.216), Maringá (53.158), Cascavel (40.815) e Ponta Grossa (34.566) foram os municípios que mais aplicaram a primeira dose.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Últimas notícias

Continue lendo