PONTE DA AMIZADE Paraguai controla tráfego na fronteira Lei que estabelece horários de saída de ônibus com sacoleiros entra em vigor hoje; objetivo é reduzir congestionamentos Arquivo FolhaPASSAGEM CONTROLADAUma média de 120 ônibus fretados por sacoleiros e 25 caminhões com perecíveis passa pela ponte diariamente Emerson Dias De Foz do Iguaçu Especial para Folha As mudanças no tráfego de ônibus e caminhões na Ponte da Amizade, que liga Ciudad del Este (Paraguai) a Foz do Iguaçu, começam hoje. A lei aprovada pela prefeitura da cidade paraguaia, que define a saída dos veículos em horários específicos, deveria ter entrado em vigor na última segunda-feira, data oficial, mas teve sua implantação prorrogada para que a via recebesse nova iluminação e placas de aviso sobre as alterações. Segundo determinações da Comissão de Segurança e Trânsito de Ciudad del Este (aprovadas pelo Instituto de Trânsito de Foz do Iguaçu), os ônibus com sacoleiros poderão atravessar a ponte de volta ao Brasil somente depois das 15 horas, enquanto que os caminhões transportando cargas deverão sair do Paraguai somente a partir das 18 horas (ambos horários de Brasília). Para a passagem de cargas perecíveis foi criado um horário alternativo, entre 10h30 e 11h30. Diariamente passam no local, em média, 120 ônibus fretados por sacoleiros e 25 caminhões com produtos perecíveis. As medidas atingem também o transporte coletivo com itinerário Foz–Ciudad del Este. Na cidade paraguaia, onde não existiam locais de embarque para passageiros, estão sendo instalados pontos fixos para usuários. O principal objetivo das medidas é diminuir os congestionamentos frequentes e as filas quilométrias que se formam nos dois lados da fronteira, além de permitir que os turistas passem a circular com maior segurança e tranquilidade entre os dois países. A nova lei determina também intensificação do uso dos coletivos, táxis e veículos autorizados pelos órgãos que fazem a fiscalização do trânsito a circular na ponte. Para aqueles que desobecederem às medidas, serão aplicadas multas que variam de US$ 70,00 a US$ 140,00 (R$ 130,00 a R$ R$ 260,00). Mas os infratores só começam a ser multados após o prazo de 15 dias.