Ornélas classifica atendimento nos postos do INSS de "verdadeiro inferno" e promete acabar com filas2/Mar, 18:41 Por Clarissa Thomé Rio, 02 (AE) - O ministro da Previdência e Assistência Social, Waldeck Ornélas, anunciou hoje que estenderá os horários dos postos de atendimento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) no Rio, a exemplo do que foi feito em São Paulo. Pela manhã, o ministro visitou duas agências na cidade e ouviu várias reclamações de segurados. O mau atendimento dos funcionários e o tempo de espera para receber benefícios foram as principais queixas. "Vamos acabar com as filas de segurados e com as filas internas de documentos, que abrem espaço para fraudes", afirmou, classificando o atendimento nos postos do INSS como "verdadeiro inferno". Ornélas quer que os processos tenham resposta em prazo "digno" de, no máximo, 45 dias. Para isso, o sistema de computação nos postos será substituído e, a partir de 20 de março, o atendimento nos postos se estenderá até as 18 horas - em alguns postos o expediente era das 8 às 12 horas. As consultas para perícia médica já são marcadas por telefone (0800-780191). O ministro anunciou que, em 120 dias, espera ter concluído a reforma no antendimento dos postos do INSS. O de Laranjeiras, na zona sul, recebe cerca de 120 mil segurados por mês e vai ganhar rampas, no lugar de escadas, que dificultam o acesso de idosos e deficientes. O setor de perícias, no térreo, deve ser transferido para local "mais amplo", a pedido de Ornélas. As obras ficarão dentro do orçamento do Ministério, de R$ 1,1 bilhão.