Ônibus queimados em protesto de perueiros
Quatro ônibus urbanos foram queimados em São Paulo no segundo dia consecutivo de protestos de perueiros clandestinos. A guerra entre donos de lotações irregulares, empresas de ônibus e prefeitura deixou saldo de oito veículos depredados e incendiados em uma semana. Cerca de 300 perueiros participaram das manifestações de ontem, segundo estimativa da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET)) e da Polícia Militar, a partir das 14 horas. Houve bloqueio parcial da avenida Sapopemba, na pista com sentido centro, na altura do número 3.000. O motivo das manifestações foi a determinação da SPTrans de multar em 3.000 Ufirs (R$ 3.192) as lotações clandestinas apreendidas pela fiscalização.