Olodum e trio elétrico arrastam a multidão4/Mar, 12:39 Por Biaggio Talento Salvador, 4 (AE) - Os tambores do Olodum ecoaram no centro da capital baiana na madrugada de hoje, num dos desfiles mais esperados do carnaval de Salvador. O bloco afro conhecido em todo o mundo, dividiu as atenções com o Trio Armandinho, Dodô e Osmar, dos inventores do equipamento, que está comemorando este ano o "jubileu de ouro". Tão tradicional quanto o próprio Olodum, o atraso na saída do bloco de sua sede no Pelourinho, foi de duas horas, o tempo gasto para reunir a banda de percussionistas e os dois mil associados. No seu 20o carnaval, o bloco que, com seu batuque de samba-reggae seduziu os astros norte-americanos Michael Jackson, Paul Simon e David Byrne, desfila este ano com o tema "Do Egito à Bahia - Caminho da Eternidade". Além dos batuqueiros que seguem tocando no chão, o Olodum levou uma ala com 160 dançarinos para cadenciar o desfile além de um potente trio elétrico onde quatro cantores se revezavam animando os foliões. O Olodum só chegou na passarela do Campo Grande de madrugada, mas o palco havia sido animado antes pelo Trio Armandinho, Dodô e Osmar. Para homenager os 50 anos da invenção, o trio foi decorado em forma de uma fobica gigante. Foi numa fobica (um velho Ford "bigode") que os pais do trio elétrico Osmar Macedo e Adolfo Nascimento, o Dodô, saíram pela primeira vez pelas ruas de Salvador animando os foliões, com instrumentos eletrônicos. Para saudar as pessoas que assistiam o desfile nas arquibancadas do Campo Grande, o Trio Armandinho, Dodô e Osmar, tocou vários sucessos, entre os quais o principal hit da banda de todos os tempos, "Chame Gente". O trio animou os foliões no Campo Grande durante uma hora e depois seguiu em direção à Praça Castro Alves. Na orla marítima uma das atrações da madrugada foi o trio independente do cantor Edu Casanova que introduziu batida de rock na axé music. Casanova é autor de um dos sucessos do carnaval baiano deste ano, "Cabelo Raspadinho" gravado pela banda Chiclete com Banana. Blocos - Depois de uma madrugada movimentada, os desfiles dos grandes blocos estão previstos para recomeçar por volta das 16 horas. Para amanhã (5) a expectativa é que a maioria dos 204 blocos e trios elétricos de Salvador saiam às ruas para animar os foliões. O contraponto da agitação é o desfile do afoxé Filhos de Gandhy, no final da tarde, com saída do Pelourinho. A cor branca das fantasias dos cerca de cinco mil componentes e o rítmo cadenciado do ijexá, transmitem uma tranquilidade em meio ao clima frenético causado pelos trios elétricos.