Agência Estado
De Belo Horizonte
As chuvas fortes que atingiram Minas Gerais no último final de semana levaram 14 municípios do sul do Estado a decretar estado de emergência. Entre eles estão as cidades de Itajubá, que está com os serviços de ligações interurbanas interrompidos. Nas outras localidades, conforme a Telemar, as ligações interurbanas foram afetadas, mas as ligações locais estão funcionando normalmente.
No Estado há, pelo menos, dez mil pessoas desabrigadas ou desalojadas, principalmente em municípios do sul do Estado, segundo estimativa da Coordenadoria de Defesa Civil (Cedec). Duas pessoas morreram, elevando o número total de vítimas das tempestades no Estado para dez, em contagem feita a partir de outubro. Entre o Natal e o réveillon foram cinco mortos.
Uma das situações mais críticas está na região denominada Terras Altas da Mantiqueira, a cerca de 450 quilômetros de Belo Horizonte. As sete cidades que compreendem a região foram alagadas por rios próximos. Em Itanhandu, mais de 80% do município, num total de 1.500 casas, ficaram debaixo d’água. A inundanção foi provocada pelo transbordamento dos rios Passa Quatro e Verde, entre os quais a cidade está localizada. Segundo a Cedec, aproximadamente cinco mil moradores estão desabrigados. Passa Quatro ficou ilhada.
Dezenas de estradas mineiras sofreram interdições devido a quedas de barreiras, segundo o tenente-coronel James Ferreira, da Cedec. Próximo a Poços de Caldas, no sul do Estado, onde uma menina de 14 anos morreu vítima de um desabamento, sábado, e a Ouro Fino, as BRs 459, 267 e 491, além de outras estradas vicinais, estavam interditadas parcial ou totalmente ao tráfego.