Lagos, Nigéria, 12 (AE) A seleção de Camarões está decidida a estragar a festa que a Nigéria prepara na sua capital para a decisão da Copa das Nações da áfrica. Os dois países se enfrentam em Lagos, neste domingo, às 13 horas (de Brasília), com transmissão da ESPN/Brasil.
Mas a tarefa da equipe dirigida pelo francês Pierre Lechantre não será nada fácil. A Nigéria não perde um jogo oficial em casa há nada menos que 19 anos e tem um incentivo extra para vencer seu vizinho e maior rival. A equipe tem uma dívida para cobrar dos camaroneses. Perdeu duas finais da copa africana: em 1984, por 3 a 1, e em 88, por 1 a 0.
A vitória nigeriana na disputa do terceiro lugar em 1992 foi um consolo insuficiente esta foi a última vez que as equipes se encontraram e a fanática torcida da Nigéria não aceita outra derrota. Lechantre está preocupado com o comportamento da torcida, que invadiu o campo nas quartas-de-final, quando a Nigéria derrotou o Senegal, por 2 a 1. "Espero que não seja nada além de uma partida de futebol", declarou. "Deve ser um combate somente entre os jogadores."
As duas equipes buscam o tricampeonato na competição. A Nigéria venceu em casa em 1980 e na Tunísia em 94. Para chegar à grande final, a Nigéria superou a áfrica do Sul por, 2 a 0, com dois grandes gols de Tijani Babangida. Já seleção de Camarões jogou um belo segundo tempo para fazer 3 a 0 na Tunísia.