São Paulo, 01 (AE) - Os preços do querosene para aviação e da nafta, matéria-prima para a indústria petroquímica, tiveram reajuste confirmado hoje pelo Ministério de Minas e Energia. O ajuste poderá ser inferior a 10%, na primeira quinzena de 2000. O aumento já vinha sendo comentado pelo mercado e poderá encarecer os plásticos e seus derivados e também as passagens aéreas. O aumento faz parte do processo que permitirá o fim da Parcela de Preço Específica (PPE)do petróleo. Esta parcela deverá ser eliminada até o final do ano, com os preços de todos os derivados do petróleo, ficando sem subsídios.