O vulcão Mayon, no Leste das Filipinas, registrou ontem uma nova e violenta erupção, expelindo cinzas a 7 mil metros de altitude, transformando ‘‘o dia em noite’’ e provocando um aumento no número de refugiados para 83 mil, informaram as autoridades. Fortes explosões, similares as de um duelo de artilharia, foram ouvidas a mais de 20 Km de distância. O Mayon entrou em erupção 47 vezes desde 1616. A mais recente, em fevereiro de 1993, matou 78 pessoas. Em 1814, uma enorme erupção deixou 1200 mortos e destruiu um povoado inteiro.