VIZINHANÇA TRANQUILA -

Moradores do entorno da PEL 1 classificam o bairro como muito seguro


Vitor Ogawa - Grupo Folha
Vitor Ogawa - Grupo Folha

Mesmo com a rebelião na PEL 1 (Penitenciária Estadual de Londrina) os moradores do bairro Jardim Del Rei (zona sul) classificam o bairro como um dos mais seguros de Londrina.  O conferente Luciano Domingues de Araújo, 43 anos, mora a poucos metros do presídio e ficou assistindo tudo de uma cadeira que foi posicionada na calçada de sua casa, acompanhado por parentes que também moram no bairro. “Moro aqui há dois anos e nunca tinha visto isso acontecer. Eu acho seguro morar perto da PEL, pois aqui ficamos perto do 5º Batalhão de Polícia Militar e aqui no bairro moram vários policiais. Aqui sempre fica circulando viaturas. Não fico preocupado não”, destaca o morador. “Tinham umas cinco mulheres de detentos que também ficaram acompanhando tudo da calçada da minha casa”, ressalta.


A pensionista Elaine Rogério, 52, também elogia bastante a segurança do bairro. “Não tenho o que reclamar.  Moro em um bairro ultra seguro. Não pretendo sair nunca daqui. O fato de ter presídio perto de casa não me deixa insegura. Gosto muito do bairro”, destaca. Ela declara que está muito feliz com o trabalho que a polícia realiza no bairro. “Quando há movimentação estranha sempre tem viatura por aqui. A polícia é 100% eficaz e eu me sinto segura com esse trabalho policial. E quando ouço a sirene disparar, vejo que eles agem muito rápido”, destaca.




O cantor Allukartty Darilo Silva, que também mora no bairro, é tão confiante na segurança do bairro que ele nem se incomodou com a movimentação na penitenciária. “A gente só ouviu as viaturas. Vi que elas estavam paradas. Fiquei seguro, porque não saí de casa. Não tive medo algum. Moro aqui há 15 anos nessa casa e nunca tive problema”, destaca. “Aqui é um paraíso. Nunca me roubaram. Se eu pudesse comprar outra casa aqui, eu compraria”, destaca. Ele ressalta que já foi se apresentar na PEL 1 como cantor. “Aqui é muito seguro. Não tem perigo algum”, enaltece.

Como você avalia o conteúdo que acabou ler?

Pouco satisfeito
Satisfeito
Muito satisfeito

Continue lendo


Últimas notícias